Evangelho de Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2018

S. João 6,35-42,48-51

"35Jesus afirmou: «Eu sou esse pão que dá vida. Aquele que me aceita nunca mais há de ter fome e o que acredita em mim nunca mais há de ter sede. 36Como já vos disse, veem-me mas não acreditam em mim. 37Todos os que o Pai me confia vêm ter comigo e eu não rejeitarei nenhum deles, 38porque eu vim do Céu para fazer a vontade daquele que me enviou e não a minha. 39E a vontade daquele que me enviou é esta: que eu não perca nenhum daqueles que me confiou, mas que os ressuscite no último dia. 40É ainda a vontade do meu Pai que todo aquele que olha para o Filho e nele acredita tenha a vida eterna, e eu o ressuscitarei no fim dos tempos.» 41Os judeus começaram então a murmurar contra Jesus por ter afirmado: «Eu sou o pão que veio do Céu.» 42E diziam entre si: «Então este não é Jesus, filho de José? Ora se nós conhecemos o seu pai e a sua mãe, como é que ele agora diz que veio do Céu?» 48Eu sou o pão que dá vida. 49Os vossos antepassados comeram o maná no deserto e morreram,50mas aqui está o pão que desceu do Céu para que quem dele comer nunca morra. 51Eu sou esse pão vivo que veio do Céu. Quem comer deste pão viverá para sempre. Mais ainda! O pão que eu hei de dar é o meu corpo oferecido para que o mundo tenha vida.»"