Relacionados

Newsletter




Evangelho de Sexta, 14 de Fevereiro de 2020

S. João 8,33-47

"33Eles retorquiram: «Nós somos descendentes de Abraão e nunca fomos escravos de ninguém. Como podes dizer que vamos ficar livres?» 34Jesus continuou: «Declaro-vos que todo aquele que peca é escravo do pecado35Um escravo não fica na família para sempre; o filho é que fica para sempre. 36Se realmente o Filho vos torna livres, então ficam mesmo livres. 37Eu bem sei que são da descendência de Abraão, mas procuram matar-me porque não aceitam o que eu vos digo. 38Eu falo do que o Pai me mostrou, e vocês devem fazer aquilo que ouviram do Pai.» 39Os judeus responderam-lhe: «O nosso pai é Abraão.» Mas Jesus contestou: «Se fossem filhos de Abraão, procediam como ele. 40Tudo quanto eu faço é ensinar-vos a verdade, tal como a recebi de Deus. Vocês procuram matar-me mas Abraão não fez nada disso. 41Vocês procedem mas é como o vosso pai!» Os judeus replicaram: «Nós não somos filhos ilegítimos. Temos apenas um Pai, que é Deus.» 42Jesus respondeu: «Se Deus fosse na verdade o vosso Pai, seriam meus amigos, porque saí de Deus e vim dele. Eu porém não vim por minha iniciativa; foi ele que me enviou. 43Por que é que não compreendem aquilo que eu digo? É porque não querem aceitar a minha doutrina. 44O vosso pai é o Diabo e o que vocês querem é fazer aquilo que lhe agrada. Ele foi assassino desde o princípio. Nunca esteve ao lado da verdade, porque nele não há verdade. Quando diz mentiras fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e é o pai da mentira. 45Eu, pelo contrário, digo-vos a verdade e por isso é que não acreditam em mim. 46Quem dentre vós pode provar que eu tenho algum pecado? E se vos digo a verdade, por que é que não acreditam em mim? 47Quem é de Deus escuta as palavras de Deus. Por isso, vocês não me escutam, porque não são de Deus.»"