Relacionados

Newsletter




Evangelho de Sábado, 4 de Julho de 2020

S. Mateus 22,23-40

"23No mesmo dia, foram ter com Jesus alguns saduceus. Eles dizem que não há ressurreição e por isso perguntaram-lhe: 24«Mestre, Moisés ordenou o seguinte: Se um homem morrer sem deixar filhos, o seu irmão deve casar com a viúva para assim dar descendência ao irmão falecido25Ora havia entre nós sete irmãos. O mais velho casou e morreu sem deixar filhos, de maneira que a viúva passou para o irmão a seguir. 26Com o segundo e o terceiro aconteceu o mesmo, e assim até ao sétimo. 27Por fim, morreu a mulher. 28Ora bem, no dia da ressurreição, de qual dos sete será ela mulher? É que todos casaram com ela!» 29Jesus respondeu-lhes: «O vosso erro está em não compreenderem as Escrituras nem o poder de Deus. 30Pois quando os mortos ressuscitarem nem os homens nem as mulheres se casam; mas serão como anjos no céu. 31E quanto à ressurreição dos mortos, porventura nunca leram aquilo que Deus diz: 32Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacob? Ora ele não é Deus de mortos, mas de vivos!» 33Quando ouviu isto, a multidão ficou deveras admirada com o seu ensino. 34Os fariseus reuniram-se ao saberem que Jesus tinha deixado os saduceus sem resposta. 35Então um deles, que era doutor da lei, fez-lhe esta pergunta para o pôr à prova: 36«Mestre, qual é o mandamento mais importante da lei?» 37Jesus respondeu-lhe: «Ama o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a alma e com todo o entendimento38Este é que é o primeiro e o mais importante dos mandamentos. 39O segundo é semelhante a este: Ama o teu próximo como a ti mesmo40O essencial de todo o ensino da lei e dos profetas está nestes dois mandamentos.»"