Relacionados

Newsletter




Evangelho de Sábado, 24 de Outubro de 2020

S. Lucas 11,1-13

"1Uma vez estava Jesus a orar num certo lugar. Quando acabou, um dos seus discípulos pediu-lhe: «Senhor, ensina-nos a orar, como João Batista ensinou os seus discípulos.» 2Jesus disse-lhes então: «Quando orarem digam assim: Paisantificado seja o teu nome. Venha o teu reino3Dá-nos cada dia o pão de que precisamos. 4Perdoa as nossas ofensas, pois nós também perdoamos a todos os que nos ofendem. E não nos deixes cair em tentação.» 5E prosseguiu: «Suponham que têm de ir a casa de um amigo à meia-noite e lhe pedem: “Empresta-me três pães, 6porque me apareceu em casa um amigo que vem de viagem e eu não tenho nada para lhe dar.” 7Ora imaginem que o outro grita lá de dentro: “Não me incomodes! A porta já está fechada; os meus filhos e eu já estamos na cama. Não posso levantar-me para te dar os pães.”» 8Jesus acrescentou: «Pois digo-vos: ainda que ele não se queira levantar para lhe dar os pães, acaba por levantar-se e dar-lhe tudo o que for preciso, não por ser seu amigo, mas para não ser mais incomodado. 9Por isso vos digo: Peçam, que vos será dado; procurem, que hão de encontrar; batam à porta e ela há de abrir-se. 10Pois o que pede recebe, o que procura encontra e a quem bate à porta esta se abrirá. 11Alguém que seja pai será capaz de dar ao filho uma cobra, se ele pedir um peixe, 12ou um escorpião, se pedir um ovo? 13Ora se, mesmo sendo maus, sabem dar coisas boas aos vossos filhos, quanto mais o Pai do Céu dará o Espírito Santo àqueles que lho pedirem!»"