Relacionados

Newsletter




Evangelho de Quinta-feira, 2 de Dezembro de 2021

S. Mateus 21,33-46

"33Jesus continuou: «Escutem outra parábola: Um proprietário plantou uma vinha, pôs-lhe uma vedação em volta, fez um lagar e construiu uma casa de guarda. Depois arrendou a vinha a uns camponeses e partiu para outra terra. 34Quando chegou o tempo das vindimas, o dono da vinha mandou os criados ir ter com os camponeses, para receber a parte do fruto que lhe pertencia. 35Eles agarraram os criados, espancaram um, mataram outro e apedrejaram outro. 36O dono da vinha mandou então um número maior de criados, mas os camponeses trataram-nos como aos primeiros. 37Finalmente, mandou-lhes o seu próprio filho, pensando para consigo: “Com certeza que vão respeitar o meu filho!” 38Mas os camponeses, quando viram o filho, disseram uns para os outros: “Este é o herdeiro! Vamos matá-lo e a herança dele fica para nós.” 39Então agarraram-no, atiraram-no para fora da vinha e mataram-no. 40Em face disto, que há de fazer o dono da vinha àqueles camponeses, quando voltar?» 41Eles responderam: «Matará esses malvados e entregará a vinha a outros camponeses que lhe deem a sua parte da colheita no tempo devido.» 42Jesus disse-lhes: «Já leram com certeza aquele trecho da Escritura que diz: A pedra que os construtores rejeitaram veio a tornar-se a pedra principal. Isto é obra do Senhor é uma maravilha que podemos ver43Por isso vos declaro que o reino de Deus vos vai ser retirado, para ser dado a um povo que produza os devidos frutos. 44Quanto àquela pedra, quem cair sobre ela ficará feito em pedaços, e aquele sobre quem ela cair ficará reduzido a pó.» 45Ao ouvirem estas parábolas, os chefes dos sacerdotes e os fariseus perceberam que Jesus se referia a eles. 46Por isso, procuravam maneira de o prender, mas tinham medo da multidão que considerava Jesus como um profeta."