Relacionados

  • Reflexão 25-06-2022

    Renovação "Estamos no meio de um momento de recriação. Como o nosso mundo continua a reverberar...

  • Reflexão 24-06-2022

    Oferta "Embora não possamos morrer como mártires, somos chamados a "dar as nossas vidas" e viver a...

  • Reflexão 23-06-2022

    Ensinar "Somos professores, todos nós. E embora muitos de nós possam nunca estar diante de uma...

  • Reflexão 22-06-2022

    Mais "O que Deus promete e ordena, Deus também permite. Pelo Espírito, continuamos a vir mais à...

  • Reflexão 21-06-2022

    Experiência "Para os cristãos, Deus é conhecido e experimentado nos pequenos momentos da vida...

  • Reflexão 20-06-2022

    Diversidade "Os bairros do céu não terão, certamente, divisões marcadas pelas fronteiras que tão,...

Newsletter




Reflexão 11-05-2022

Cura

"Para Jesus, sucumbir à morte depois de mostrar poder para curar parece um paradoxo. E foi exatamente isto que os principais sacerdotes e escribas atiraram à cara de Jesus, enquanto ele estava pendurado na cruz. "Ele salvou outros, que se salve a si mesmo". Contudo, não era um paradoxo que Jesus pudesse curar os doentes, mas não impedisse a sua própria morte. Pelo contrário, era uma continuação e ampliação do milagre de cura que Jesus podia encontrar na morte, passar por ela, e derrotá-la."

Br. Todd Blackham