Reflexão 10-08-2022

Família

"Jesus amava e obedecia aos seus pais terrenos. Mas ele também compreendeu que Deus era o seu Pai supremo. Da mesma forma, podemos esforçar-nos por amar as nossas famílias de todo o coração como somos capazes, confiando pacientemente que "Deus está a fazer mais" por cada um deles "do que podemos pedir ou imaginar". Podemos aceitar que não podemos ser Deus para eles e podemos abster-nos de lhes pedir que sejam Deus para nós."

Br. Keith Nelson